Vasco vence nos pênaltis e enfrenta o Cerro Porteño na final da CONMEBOL Libertadores de Praia

Cariocas empataram por 2 a 2 com Acassuso e venceram nas penalidades. Decisão será neste sábado

Em um duelo emocionante na noite desta sexta-feira (20), no Parque Olímpico do Paraguai, em Assunção, o Vasco conseguiu uma sofrida classificação à sua quarta final consecutiva da CONMEBOL Libertadores de Futebol de Praia. Depois de um empate por 2 a 2 com o Acassuso-ARG no tempo normal e um duelo zerado na prorrogação, a equipe carioca contou com o goleiro Cesinha para pegar um pênaltis e fez 2 a 0 na disputa final.

O Cruz-Maltino, que tenta chegar ao seu terceiro título da competição, agora terá pela frente o Cerro Porteño-PAR, que avançou à decisão depois de derrotar por 3 a 1 o Monagas-VEN. O encontro será na tarde deste sábado (21), às 18h (de Brasília), fechando a disputa da competição continental.

Final Libertadores de Praia

O embate dos brasileiros foi bem estudado durante o primeiro tempo e só viu o primeiro gol sair na segunda etapa, com Jordan. O problema para os bicampeões foi que Medero, destaque argentino, manteve sua precisão nas faltas e, com dois chutes de muita felicidade, conseguiu a virada para os argentinos.

Os cariocas mantiveram a pressão sobre o adversário até que, a 1min30s do fim, o capitão Antonio bateu falta do campo de defesa, a bola quicou na frente do goleiro e entrou. Na prorrogação, uma bola no travessão de Cesinha assustou os brasileiros, mas o destaque foi uma bicicleta de Hulk, no último lance, que carimbou a trave dos argentinos.

Nos pênaltis, Medero, por ironia do destino, chutou por cima na abertura das batidas. Benjamin Jr. deslocou o goleiro e pôs o Vasco à frente, vantagem consolidada quando Lautaro parou em Cesinha. Foi aí que Hulk apareceu para fechar a conta e assegurar a vaga.

Cerro Porteño 3 x 1 Monagas-VEN

Dono da casa, o Cerro fez jogo disputadíssimo com o Monagas na primeira semifinal. O empate por 1 a 1 persistia até quatro minutos do fim, quando um gol olímpico abriu caminho para os paraguaios, que fecharam o resultado a segundos do final. Os paraguaios tentarão na final um resultado diferente da primeira fase, quando o Vasco venceu por 7 a 4. O Monagas, por sua vez, encara o Acassuso pelo terceiro lugar.

Guaviare-COL 5 x 3 Iquique-CHI

Pelo quinto lugar, o Guaviare foi superior ao Iquique durante toda a partida e assegurou a celebrada colocação com sua animada torcida na arquibancada.

Hamacas-BOL 7 x 5 San Bernardino-PAR

Pelo sétimo lugar, o Hamacas superou a torcida e o time local San Bernardino. O alento para os paraguaios foram os cinco gols do atacante Sergio Díaz, artilheiro do torneio com 17 marcados.

Fechar