22 de abril de 1983: Zico anota três gols pelo Flamengo em último jogo de CONMEBOL Libertadores da carreira

Ídolo rubro-negro comandou a goleada por 7 a 1 sobre o Blooming, no Maracanã

O dia 22 de abril de 1983 traz nostalgia para a memória dos rubro-negros. Nesta data, a torcida do Flamengo viu o espetáculo final de seu camisa 10 mais icônico na CONMEBOL Libertadores. E foi uma festa em dose tripla.

No último jogo da carreira na Copa, Zico marcou três vezes na goleada por 7 a 1 sobre o Blooming, no Maracanã, pela Primeira Fase da Copa daquele ano. 

Com um golaço de voleio, o Galinho balançou a rede pela primeira vez, aos 26 minutos, o quarto do Flamengo na partida. No fim do segundo tempo, anotou o sexto, driblando o goleiro do Blooming na pequena área. O último tento na Copa foi de pênalti, fechando a goleada. Zico ainda deu duas assistências.

O Flamengo disputou mais duas partidas na Primeira Fase de 1983, contra Bolívar (vitória por 5 a 2) e Grêmio (derrota por 3 a 1), mas não se classificou à próxima etapa.

Campeão da Libertadores em 1981, Zico disputou três edições de Copa e marcou 16 gols em 20 partidas. É o artilheiro histórico do Fla no torneio e o 12º jogador brasileiro com mais gols marcados, empatado com Jardel.

Na campanha que levou o Flamengo ao seu primeiro título continental, em 1981, Zico foi o artilheiro da Libertadores, com 11 gols, quatro deles nas finais contra o Cobreloa. 

FICHA TÉCNICA
Flamengo 7-1 Blooming


Data: 22/4/1983
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (Brasil)
Libertadores: Grupo 2
Árbitro: Elías Jácome (Equador)

Flamengo: Raul, Cocada, Marinho, Mozer, Júnior, Vitor (Élder), Adílio (Gilmar), Zico, Baltazar, Robertinho, Edson. Técnico: Carlos Alberto Torres.

Blooming: Eduardo Terrazas, Víctor Villalon, Johnny Herrera, Néstor Vaca, Andrés Gallardo, Edgar Castillo, Juan Sánchez, Milton Melgar (Roly Paniagua), Gastón Taborga, Fernando Reveliz (David Paniagua), Silvio Rojas. Técnico: Raúl Pino.

Gols: Robertinho (5' e 25'), Élder (24'), Zico (26', 84' e 87'), Baltazar (35'); Juan Sanchez (1').

Fechar