Triunfo histórico e goleada do Vasco: o primeiro dia da Libertadores de futebol de praia

Largada do torneio aconteceu neste sábado em Luque com seis partidas. Cariocas fizeram 9-3, enquanto o Vitória foi derrotado

A Copa CONMEBOL Libertadores de Futebol de Praia teve o primeiro dia da edição de 2019 neste sábado, disputada no Estádio de Futebol de Praia, localizado no Parque Olímpico de Luque, no Paraguai. Com direito a triunfo histórico do Acasusso sobre o atual campeão vitória, o torneio teve muito gol para quem acompanhou os seis jogos da rodada. Outro representante brasileiro, o Vasco deu show com goleada de 9-3 sobre o Racing do Uruguai pelo Grupo B.

A Libertadores de Praia segue neste domingo com mais seis jogos. Confira um resumo dos jogos deste sábado e como ficaram os grupos após a primeira rodada. 

Vitória-BRA 2 x 3 Acasusso-ARG

Abrindo o dia pelo Grupo A, o Vitória chegou ao jogo com apenas um reserva, goleiro, e sofreu para igualar a capacidade física dos argentinos. Depois de sair atrás e conseguir a virada, comandada pelo experiente André Bigode, o time baiano acabou sucumbindo no fim, levando 3 a 2 e sofrendo a primeira derrota de um time brasileiro para um argentino na história do torneio.

Monagas-VEN 5 x 4 Guaviare*

No outro jogo da chave, Monagas e Guaviare travaram jogo disputado, com os venezuelanos abrindo 2 a 0 e sofrendo o empate. Na sequência, fizeram 4 a 2, mas acabaram levando o empate antes do fim do terceiro tempo. Na prorrogação, após um golaço de bicicleta de Narea, asseguraram o triunfo, para tristeza da barulhenta torcida colombiana.

*na prorrogação

Grupo A Libertadores de Praia

Vasco-BRA 9 x 3 Racing-URU

Maior campeão do torneio, o Vasco entrou em campo para defender o favoritismo diante do time do Racing, abrindo o Grupo B. Depois de abrir o placar e levar o empate, o time carioca contou com dois gols de Benjamin Jr, filho do craque Benjamin, da Seleção Brasileira de futebol de areia, para ganhar fôlego. Nem mesmo um gol de bicicleta do rival abalou o time do Rio de Janeiro, que naturalmente construiu a primeira goleada do dia.

Cerro Porteño-PAR 11 x 1 Tito Drago-PER

Um dos donos da casa, o Cerro Porteño não tomou conhecimento dos peruanos do Tito Drago. Em menos de seis minutos de jogo o placar já marcava 4 a 0 para os paraguaios, que não deram chance de reação ao adversário. O placar final acabou em 11 a 1, com direito a pênalti perdido pelos derrotados.

Grupo B Libertadores de Praia

San Bernardino-PAR 2 x 0 Hamacás-BOL

No duelo envolvendo o outro time paraguaio do torneio, o San Ber, como carinhosamente chama a torcida, abriu o placar com poucos segundos de jogo e soube controlar a vantagem. Díaz, o mesmo que inaugurara o marcador, voltou a anotar no segundo tempo e fez o bastante para que a galera presente à arquibancada saísse feliz ao final do jogo com a primeira vitória no Grupo C.


Iquique-CHI 4 x 3 Fluminense-EQU

No último jogo do dia, o Fluminense que não nasceu no Rio de Janeiro começou mais ligado que o Iquique, abrindo 2 a 0 logo no primeiro tempo da partida. A equipe azul, porém, começou a reação no segundo tempo em chute rasteiro e conseguiu o empate já na etapa final, de cabeça, virando minutos depois. Uma falta frontal, no entanto, deu o empate ao Fluminense, a senha para que uma linda bicicleta de Sebastián, restando apenas 7s, completasse o 4 a 3.

Grupo C Libertadores de Praia

Fechar