Tricampeão da América, São Paulo realiza pior campanha de sua história na Copa Libertadores

Com mais uma eliminação recente para argentinos em torneios CONMEBOL, Tricolor se despediu antes de chegar à fase de grupos pela primeira vez

Dois jogos, sendo uma derrota e um empate. Nenhum gol marcado, dois sofridos. A campanha do São Paulo na Copa CONMEBOL Libertadores 2019 é a pior entre as 19 já realizadas pelo tricampeão da América (em 1992, 1993 e 2005). O empate sem gols com o Talleres , no Morumbi, decretou a passagem precoce nesta edição do torneio.

"Frustrante", resumiu após a partida o meia Hernanes, que se tornou o décimo jogador que mais defendeu o Tricolor em Libertadores , com 31 partidas, empatado com Souza.

"O torcedor merecia um resultado melhor. Difícil encontrar palavras para justificar um momento triste. Nós queríamos a classificação, mas temos consciência de que o jogo na Argentina foi determinante", destacou o meio-campista, citando a derrota por 2 a 0 no jogo de ida da Fase 2, em Córdoba, que fez o São Paulo precisar de um triunfo por três gols de diferença para avançar.

Éverton expulso São Paulo Talleres Copa Libertadores 13022019

Desde que a Copa passou a ter um estágio preliminar, em 2005, foi apenas a terceira vez que um clube brasileiro acabou eliminado antes de chegar à fase de grupos. O primeiro a cair de forma precoce foi o Corinthians, despachado pelo Tolima em 2011 na Fase 1. Na edição do ano passado, a Chapecoense não passou pelo Nacional do Uruguai na Fase 2.

O revés para o Talleres , que disputa a Libertadores apenas pela segunda vez, aumenta também a lista de eliminações recentes do São Paulo para equipes argentinas em torneios da CONMEBOL .

Nas últimas duas edições da Copa Sul-Americana que disputou, em 2017 e 2018, o Tricolor se despediu após não superar Defensa y Justicia e Colón, respectivamente. 

"Torcedor, desculpa. Mas vamos levantar a cabeça", prometeu Hernanes. 

Fechar