Todas as participações do Olimpia na Copa CONMEBOL Libertadores

Paraguaios obtiveram vaga direta na fase de grupos em 2019 e participarão do torneio pela 41ª vez. Último título veio em 2002, após bater o São Caetano na final

O Olimpia é o único clube paraguaio que já teve a honra de conquistar o título da Copa CONMEBOL Libertadores , e por três vezes. Na edição de 2019, os Decanos de Assunção conseguiram vaga direta na fase de grupos e farão a 41ª participação no torneio continental.

O retrospecto do Olimpia na Libertadores em 296 partidas é de 117 vitórias, 85 empates e 94 derrotas, com 423 gols marcados e 368 sofridos. Confira o histórico na competição:


CAMPEÃO


Olimpia Copa Libertadores 1990

A primeira conquista do Olimpia ocorreu em 1979, quando bateu o Boca Juniors na final. Em 1990, os paraguaios superaram o Barcelona de Guayaquil na decisão e faturaram o bi. A última taça veio em 2002, diante do São Caetano, no Pacaembu, após disputa por penalidades para definir o campeão.


VICE


Atlético-MG Olimpia Copa Libertadores 2013 Ronaldinho Gaúcho Jorge Baez

O Olimpia saiu derrotado das finais da Libertadores em quatro ocasiões. Na última vez, em 2013, perdeu para o Atlético-MG nas penalidades. Os outros vices ocorreram em 1960, 1989 e 1991.


SEMIS


A campanha do Olimpia parou nas semifinais nas edições de 1961, 1980, 1982, 1986 e 1994, ano em que foi eliminado pelo São Paulo, que seria vice-campeão.


OUTRAS EDIÇÕES


O Olimpia foi eliminado nas quartas de final da Libertadores em 1969 e 1993 e parou nas oitavas nas edições de 1995, 1998 e 2003. Nas demais participações, não passou da fase de grupos ou preliminar. É o caso de 2018, em que sucumbiu ante o Junior Barranquilla, na segunda etapa do qualificatório.

O sorteio dos grupos da Copa CONMEBOL Libertadores 2019 será no dia 17 de dezembro, em Luque, no Paraguai.

A Libertadores de 2019 já tem 44 dos 47 participantes definidos:  

Argentina: River Plate, Boca Juniors, San Lorenzo, Godoy Cruz, Huracán, Rosario Central e Talleres
Bolívia: Jorge Wilstermann e The Strongest
Brasil: Cruzeiro, Palmeiras, Internacional, Flamengo, São Paulo, Grêmio e Atlético-MG
Chile: Universidad Católica, Universidad de Chile, Universidad de Concepción e Palestino
Colômbia: Atlético Nacional, Independiente Medellín, Junior Barranquilla e Tolima
Equador: LDU, Barcelona, Emelec e Delfín
Paraguai: Olimpia, Cerro Porteño, Nacional e Libertad
Peru: Alianza Lima, Melgar, Real Garcilaso e Sporting Cristal
Uruguai: Peñarol, Nacional, Danubio e Defensor
Venezuela: Caracas, Deportivo La Guaira, Deportivo Lara e Zamora

Fechar