Todas as participações do Internacional na CONMEBOL Libertadores

Duas vezes campeão continental, Colorado disputará preliminar em 2020 e pode encontrar rival Grêmio na fase de grupos

O Internacional será um dos oito representantes brasileiros na CONMEBOL Libertadores 2020 - a 13ª participação colorada na Copa. Ao contrário da edição passada, em que largou da fase de grupos, o time gaúcho terá de passar pelas preliminares.

Agora treinado pelo argentino Eduardo Coudet, o Inter estreia na Fase 2, contra uma equipe do Chile a ser definida, nos dias 4 e 11 de fevereiro. Se avançar, pegará Tolima ou Maracará por uma vaga no Grupo E, que tem o arquirrival Grêmio como cabeça de chave. 

Campeão continental em 2006 e 2010, o Inter acumula retrospecto de 59 vitórias, 32 empates e 29 derrotas em 120 partidas. Foram 178 gols marcados e 112 sofridos. Veja o histórico do clube:

Internacional Libertadores 2020


CAMPEÃO


Fernandão comemora gol do Internacional contra o São Paulo na final da Copa Libertadores de 2006

O primeiro título colorado na Libertadores veio em 2006. Sob o comando do técnico Abel Braga, o Inter superou o São Paulo - venceu a ida no Morumbi por 2 a 1 e empatou em 2 a 2 no Beira-Rio. Em 2010, treinado por Celso Roth, faturou o bi após dois triunfos sobre o Chivas Guadalajara, por 2 a 1 e 3 a 2.

D'Alessandro levanta o troféu da Copa Libertadores conquistada pelo Internacional em 2010


VICE


O Inter teve a chance de conquistar a Libertadores pela primeira vez em 1980, mas perdeu a decisão daquele ano para o Nacional do Uruguai. No jogo de ida, empate sem gols no Beira-Rio. Na volta, derrota por 1 a 0 em Montevidéu.


SEMIS


Gignac passa por Alan Costa no jogo entre Internacional e Tigres, pela Copa Libertadores de 2015

O Internacional parou nas semifinais por três oportunidades: em 1977, 1989 e 2015, última vez em que disputou a  Copa CONMEBOL Libertadores , mas foi eliminado pelos mexicanos do Tigres.


OUTRAS EDIÇÕES


O Colorado foi eliminado nas quartas de final apenas em 2019, pelo Flamengo. Despediu-se da Libertadores nas oitavas por duas vezes, em 2011 (quando era o atual campeão) e 2012, e não passou das fases classificatórias em três edições: 1976, 1993 e 2007.

Fechar