Todas as participações do Grêmio na CONMEBOL Libertadores

Presente nas últimas três semifinais da Copa, gaúchos estão no Grupo E e buscam o tetra continental

Três vezes campeão da CONMEBOL Libertadores, o Grêmio estreia no torneio em 2020 no dia 3 de março, contra o América de Cali, na Colômbia. As equipes integram o Grupo E, que conta também com Universidad Católica e uma equipe que virá da fase preliminar. 

Será a 20ª participação do Tricolor, recordista brasileiro em presenças ao lado de Palmeiras e São Paulo. O retrospecto geral é de 193 jogos, com 101 vitórias, 40 empates e 52 derrotas. É o time do país com mais triunfos na competição. Veja o histórico:

Grêmio Libertadores 2020


CAMPEÃO


Gremio Copa Libertadores 2017

O primeiro título sul-americano do Grêmio veio em 1983, com o técnico Valdir Espinosa, diante do Peñarol, sacramentado com vitória por 2 a 1 no Estádio Olímpico. O bicampeonato chegou em 1995, sob o comando de Luiz Felipe Scolari, superando o Atlético Nacional na decisão. Em 2017, treinado por Renato Gaúcho, o Tricolor bateu o Lanús para faturar a taça pela terceira vez.


VICE


Juan Roman Riquelme Boca Juniors Copa CONMEBOL Libertadores 2007

A comemoração por mais um título da Libertadores ficou entalada na garganta dos gremistas por duas vezes: em 1984, quando tentava o bicampeonato, e em 2007, perdendo as duas partidas da final para o Boca Juniors.


SEMIS


AFP Gremio River Plate Copa CONMEBOL Libertadores 30102018 Leonardo Ponzio

O Grêmio parou nas semifinais da competição em cinco oportunidades: 1996, 2002, 2009 (em duelo brasileiro com o Cruzeiro), 2018 e 2019. No ano passado, duelou com o Flamengo, que seria campeão, por um lugar na grande decisão - empatou por 1 a 1 em Porto Alegre e foi goleado por 5 a 0 no Maracanã.


OUTRAS EDIÇÕES


Marcelo Oliveira Marco Ruben Grêmio Rosario Central Copa Libertadores 2016

A participação do Grêmio não passou das quartas de final em 1997, 1998 e 2003. Em outras quatro vezes, parou nas oitavas: 2011, 2013, 2014 e 2016. Já nos torneios de 1982 e 1990, os gaúchos perderam logo na primeira fase.

Fechar