A primeira vitória do São Paulo na Argentina pela CONMEBOL Libertadores

Na semifinal de 2005, quando foi campeão, Tricolor bateu o River Plate em sua primeira vitória no país pela competição

São Paulo e River Plate é um clássico dos países mais vencedores da CONMEBOL Libertadores. Foi contra os argentinos que o clube brasileiro escreveu um inesquecível capítulo de sua rica história na competição sul-americana. Aconteceu em 29 de junho de 2005, na vitória tricolor por 3 a 2 sobre o River, no Monumental de Nuñez.

Um resultado que confirmou o retorno tricolor a uma final após 11 anos. O triunfo, pela volta da semi, foi o primeiro são-paulino em território argentino pelo torneio. É até hoje o único num retrospecto com uma vitória, dois empates e nove derrotas.

Em 2005, o São Paulo abriu boa vantagem na semifinal de ida, ao vencer o River Plate por 2 a 0, no Morumbi. A situação ficou ainda mais confortável quando a bola rolou em Nuñez, já que Danilo abriu o placar logo aos 11 minutos. Farías empatou ainda no primeiro tempo, mas Amoroso voltou a colocar o Tricolor em vantagem no início da segunda etapa. Fabão ampliou no fim e Salas diminuiu para os donos da casa.

O São Paulo volta a uma decisão, a qual não disputava desde 1994, quando perdeu o título da Libertadores para o Vélez Sarsfield. O Tricolor seguiu sua brilhante campanha do título (finalizada com 34 gols pró, 9 vitórias e só uma derrota) e bateu o Athletico Paranaense na decisão para conquistar sua terceira taça da Copa.

São Paulo e River Plate estiveram no mesmo grupo em 2016, mesma situação que se repete em 2020. Na última vez, o Tricolor venceu por 2 a 1, em casa, e empatou em 1 a 1, no Monumental. Os dois se classificaram num grupo que tinha ainda The Strongest, da Bolívia, e Trujillanos, da Venezuela. Os brasileiros caíram na semifinal, contra o Atlético Nacional, campeão, enquanto que os argentinos deram adeus nas oitavas diante do Independiente del Valle, vice.

Fechar