Conheça o Talleres, adversário do São Paulo na Fase 2 da Copa CONMEBOL Libertadores

Argentinos disputam a competição apenas pela segunda vez, mas têm no elenco jogadores tarimbados, como o volante Guiñazu. Estreia do Tricolor será nesta quarta-feira, em Córdoba

Um dos recordistas do futebol brasileiro em participações na Copa CONMEBOL Libertadores - são 19 aparições, empatado com Grêmio e Palmeiras -, o São Paulo estreia na edição de 2019 diante do Talleres, nesta quarta-feira (6), às 21h30 (de Brasília), no Estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba, pelo jogo de ida da segunda fase preliminar do torneio. A volta será na próxima semana, no Morumbi. 

O vencedor enfrentará Independiente Medellín ou Palestino pela vaga aberta no Grupo A, o mesmo de River Plate, atual campeão da Libertadores, Internacional e Alianza Lima.

A tradição do Tricolor na competição mais importante da América do Sul contrasta com a inexperiência do rival argentino na Copa. O Talleres, porém, ainda não perdeu em 2019 e recentemente derrotou o maior rival, o Belgrano. Conheça mais o clube argentino:


HISTÓRIA


Com 105 anos, o Club Atlético Talleres nasceu em 12 de outubro de 1913, no Barrio Jardín, na cidade argentina de Córdoba. Com origem ligada aos operários das ferrovias da região, adotou as cores do clube do coração de seu fundador, o inglês Tomás Lawson, fã do Blackburn Rovers, que vestia uniforme azul e branco. Nunca foi campeão nacional, a melhor colocação foi um vice, em 1977, mas guarda um título internacional na galeria de troféus: a Copa CONMEBOL de 1999, vencendo o CSA, de Alagoas, na final.

O Talleres tem um estádio, o Boutique de Barrio Jardín, com capacidade para 18 mil pessoas, mas que atualmente serve como local de treinamento. A equipe manda as suas partidas para o Estádio Mario Alberto Kempes, reinaugurado em 2011 em homenagem ao icônico ex-atacante da seleção da Argentina e capaz de abrigar 57 mil espectadores. O principal adversário do Albiazul é o Belgrano, contra o qual disputa o Clásico Cordobés, a terceira rivalidade mais antiga do futebol argentino - o primeiro jogo ocorreu em 1914.  


OS DESTAQUES


Conhecido no Brasil pelas passagens por Internacional e Vasco, o experiente volante Pablo Guiñazu, 40 anos, está no clube desde 2016 e, no mesmo ano, anotou o gol que colocou o Talleres de volta à primeira divisão argentina após 12 anos. No ataque, as apostas são Sebastian Palacios, 27, e Junior Arias, 25, autor de quatro gols no Campeonato Argentino. 

Para repor a perda de Nahuel Bustos, revelação de 20 anos que se transferiu por empréstimo para o Pachuca, do México, o Talleres acertou a contratação do atacante colombiano Dayro Moreno, 33, campeão da Copa CONMEBOL Libertadores pelo Atlético Nacional, em 2016. 


COMO JOGA


O Talleres é o atual 12º colocado do Campeonato Argentino, mas está invicto em 2019, com direito a vitória sobre o maior rival, o Belgrano, por 2 a 0, no dia 21 de janeiro. O técnico Juan Pablo Vojvoda aposta em variações táticas para cada confronto e já utilizou a equipe no 3-5-2 e no 4-4-3 nesta temporada. Em ambas as formações, porém, apostam em jogadores velozes tanto na armação quanto nos contra-ataques.


HISTÓRIA NA COPA


Talleres - Libertadores 2019

Com curta história no torneio continental, a equipe de Córdoba volta à Libertadores após 17 anos para sua segunda participação. Em 2002, os argentinos fizeram apenas cinco pontos em seis jogos e foram eliminados na fase de grupos.


ONDE ASSISTIR À ESTREIA DO TRICOLOR?


Os jogos de ida e volta do São Paulo na segunda fase terão transmissão de Globo e SporTV, assim como SporTV Play, para o Brasil. E pela Fox Sports aos demais países da América do Sul.

Fechar