O maestro e a guitarra: Scarpa é o #CraqueDoJogo da goleada do Palmeiras na Libertadores

Meia participou de todos os gols do Palmeiras na vitória por 4 a 0 sobre o Melgar e foi premiado. Elétrico como rock n' roll, fez Felipão vibrar

Antes dos jogos, Gustavo Scarpa preserva um hábito de preparação. Na concentração, coloca fones de ouvido, aumenta o volume e ouve músicas por horas. Quase sempre, a trilha sonora se divide entre gospel e rock n' roll. Rock pesado, com a "guitarra estralando", como o meia do Palmeiras diz. Daí ele tira energia para atuações como a da noite desta quinta-feira contra o Melgar (PER). Elétrico, Scarpa fez dois e participou dos outros dois gols do Verdão na goleada por 4 a 0. Terminou premiado como #CraqueDoJogo. 

Primeiro, uma assistência de maestro para seu xará Gustavo Gómez abrir o placar. A precisão com que Scarpa colocou a bola na cabeça do companheiro lembra a dos grandes solos de guitarra, aqueles épicos que o meia tanto aprecia. Depois, um chute de primeira que deixou o ouvido do goleiro do Melgar zunindo. Os peruanos nem perceberam e já estavam no ritmo de Scarpa com 2 a 0 contra. 

No segundo tempo, o jogador que toca guitarra e violão nas horas vagas seguiu dando as notas do jogo. Oportunista, apareceu na área para fazer o segundo e se tornar artilheiro do Palmeiras na CONMEBOL Libertadores com três gols. Tem a autoridade dos grandes músicos e a irreverência dos artistas na comemoração. Felipão, tão enérgico quanto o jogo do camisa 14, vibrou na plateia. Ao mestre, com carinho. 

Ainda houve tempo para mais um toque de classe, desta vez servindo Hyoran, que serviu Moisés, que fechou o placar em Arequipa. Na América do Sul onde os ritmos se misturam como as cores, é bom os adversários irem se acostumando com a pesada e precisa guitarra de Gustavo Scarpa. Líder do Grupo F e classificado para as oitavas de final, o Palmeiras está fazendo muito barulho na Copa. 

Fechar