River Plate x Boca Juniors, de novo! Os gigantes irão duelar por uma vaga na final da CONMEBOL Libertadores

Menos de 9 meses depois da épica final de 2018, reencontro é confirmado com classificação do River no Paraguai. Será o quinto embate entre os rivais em mata-mata da Copa

Não deu o tempo de uma gestação desde o maior Superclássico da história até a confirmação do reencontro entre River Plate e Boca Juniors. No dia 9 de dezembro de 2018, o River venceu o Boca por 3 a 1, em Madrid, definindo o primeiro e único duelo entre os rivais numa final de CONMEBOL Libertadores. Em 29 de agosto de 2019, pouco mais de oito meses depois, os fanáticos das duas equipes voltam a sentir o coração pulsar mais forte. Agora, é semifinal, valendo vaga na primeira final única da história da Copa.

A possibilidade do novo Superclássico continental ficou ameaçada quando o Cerro Porteño abriu o placar logo aos 7 minutos, com Haedo Valdéz, descontando o placar agregado que era de 2 a 0 a favor do River Plate. Mas a possibilidade de eliminação millonaria foi implodida com a bomba de De La Cruz, que empatou o duelo em Assunção e garantiu o River na semi. Veja como foi o duelo de volta das quartas, que terminou com empate em 1 a 1 .

É um clássico argentino de um lado, e um clássico brasileiro do outro. River x Boca e Grêmio x Flamengo são os cofrontos do mês de outubro. Dois estarão em Santiago, no dia 23 de novembro, para a decisão da Libertadores, no Estádio Nacional.

A Argentina terá o mês todo de setembro para repercutir e aguardar ansiosamente pelo maior clássico do país. O confronto de ida, na primeira semana de outubro, será no Monumental de Núñez. O finalista será definido no fim do mesmo mês, na Bombonera.

Boca Juniors e River Plate vão se enfrentar pela quinta vez num mata-mata de Libertadores. Até hoje, se enfrentaram uma vez por cada fase (oitavas, quartas, semi e final). Dois triunfos para cada lado: 2000 e 2004 (Boca), 2015 e 2018 (River). Na última semi entre eles, em 2004, a equipe de La Boca levou nos pênaltis e depois foi vice-campeã.

Será, mais uma vez, histórico! 

Fechar