Ricardo Goulart reforça o Palmeiras e jogará a Copa Libertadores pela terceira vez

Atacante volta ao Brasil após quatro anos na China e, aos 27 anos, é a principal contratação do Verdão para a disputa da CONMEBOL Libertadores de 2019

Após quatro anos no futebol chinês, Ricardo Goulart está de volta ao Brasil e vai vestir a camisa do Palmeiras na Copa CONMEBOL Libertadores de 2019. O atacante de 27 anos disputará a principal competição da América do Sul pela terceira vez em sua carreira. Ele foi emprestado até dezembro, com valor fixado para compra.

Goulart foi um dos principais destaques do Cruzeiro bicampeão brasileiro em 2013 e 2014, ano este o qual jogou a Libertadores e marcou quatro gols em nove partidas com a Raposa. O atacante teve atuação de destaque ao marcar três vezes no Mineirão, em 25 de fevereiro daquela temporada, na vitória dos mineiros por 5 a 1 sobre a Universidad de Chile. O Cruzeiro foi eliminado na Copa nas quartas de final, diante do campeão San Lorenzo. Ele também participou de um jogo, por 32 minutos apenas, com o Internacional, em 2011.

Ricardo Goulart

De 2015 a 2018, Ricardo Goulart foi destaque do Guangzou Evergrande, da China, onde trabalhou com o atual treinador do Palmeiras, Luiz Felipe Scolari. O atleta é o sexto reforço do campeão brasileiro, que busca o bicampeonato da Libertadores após 20 anos da conquista de 1999.

Na China, ele foi tricampeão nacional (2015, 2016 e 2017), além de ter conquistado um título da Liga dos Campeões do continente (2015) e uma Copa da China (2016). Ricardo foi artilheiro do Chinês em 2016, com 19 gols, e eleito o melhor da competição em 2015 e 2016.

Em recuperação física por um cirurgia no joelho, o atleta não joga desde setembro de 2018, ano em que marcou 21 gols em 28 jogos. Nas duas últimas edições da Liga continental, o atacante fez 14 gols em 18 partidas.

Ricardo Goulart - Cruzeiro

"É uma felicidade muito grande, agradeço todo esforço que o Palmeiras fez. Ficou bom para todos. Estou vestindo uma camisa com uma história muito linda, farei o melhor. Sei do fanatismo e da paixão dessa torcida, não faltará empenho e dedicação", afirmou o jogador em entrevista à TV Palmeiras.

Antes de Goulart, o Palmeiras contratou o meia Zé Rafael, o volante Matheus Fernandes, e os atacantes Arthur Cabral, Felipe Pires e Carlos Eduardo. O Verdão disputa a Libertadores pela 19ª vez, recorde no Brasil ao lado de São Paulo e Grêmio, e está na Copa pelo quarto ano seguido, algo inédito na história alviverde.

Fechar