Recopa: Athletico Paranaense bate o River Plate e leva vantagem para decisão na Argentina

Marco Ruben fez mais uma vítima na Arena da Baixada e Furacão venceu o atual campeão da Libertadores. Volta é no dia 30, em Buenos Aires

A vantagem é do Athletico Paranaense na luta pelo título da CONMEBOL Recopa! A equipe brasileira venceu o River Plate por 1 a 0 na noite desta quarta-feira, na Arena da Baixada, no duelo de ida da decisão da competição. O time de Curitiba joga agora pelo empate na volta, em Buenos Aires, na próxima semana.

Foi mais uma noite para ficar na memória do torcedor paranaense, orgulhoso da equipe que conquistou uma taça continental em 2018 e busca mais uma, inédita, em sua galeria.

O Furacão mostrou logo que a bola rolou por que fechou a fase de grupos da CONMEBOL Libertadores com 100% de aproveitamento em casa, oito gols marcados e nenhum sofrido. "Por mais essa taça", pediu a torcida do campeão da Sul-Americana num lindo mosaico quando o time foi a campo. E o Athletico foi para cima do campeão da Libertadores, um rival dirigido por um brilhante Marcelo Gallardo, maior colecionador de taças do clube argentino.

Se o Boca Juniors sofreu na Arena com Marco Ruben, autor de três gols na vitória por 3 a 0 em abril, o River Plate também conheceu a força do argentino rubro-negro. Em uma jogada com a cara da equipe de Tiago Nunes, bem trabalhada, Rony recebeu de Lodi (depois de um primoroso lançamento de Bruno Guimarães) na área e cruzou para o atacante tocar com enorme categoria e precisão para a rede de Armani. Veio a explosão de sempre!

"Marco! Ruuuuuuben", gritou com força o locutor da Arena, correspondido pela fanática torcida. O artilheiro da Libertadores, com seis gols, deixou também sua marca na Recopa.

Cabia mais. O Athletico foi pouco ameaçado, fez o goleiro do River trabalhar e ainda terminou o jogo com um homem a mais, graças à expulsão de Casco por agressão numa jogada de bola parada.

Athletico Paranaense River Recopa 2019

O Athletico Paranaense agora joga pelo empate na quinta-feira da próxima semana, dia 30 de maio, no Monumental de Nuñez. O River levará a partida à prorrogação de 30 minutos caso vença por um gol de diferença, com qualquer placar (não há a regra do gol qualificado).

O Furacão é o décimo clube brasileiro a participar da Recopa. Esta é a sétima vez que brasileiros e argentinos decidem este título, com ampla vantagem para o Brasil: 5 a 1. O Boca Juniors, que bateu o São Paulo em 2006, foi o único do país a levar a melhor. Será que o Athletico manterá a escirta em Buenos Aires?

Athletico x River - Recopa 

Fechar