Palmeiras reage e busca empate com gols de Felipe Melo e Borja em Mendoza pela CONMEBOL Libertadores

Verdão sai perdendo por 2 a 0 para o Godoy Cruz, mas deixa a Argentina com empate para decidir a vaga nas quartas em casa na próxima terça

O Palmeiras saiu de uma situação extremamente delicada em Mendoza para um empate que agora dá ao Verdão a possibilidade de jogar por dois empates na próxima terça-feira, no Allianz Parque. De um 2 a 0 contra para um 2 a 2 final, com um pênalti perdido pelo Godoy Cruz no meio do caminho, quando o placar estava em 2 a 1. Veja as estatísticas do jogo.

Desconcetrado, o time que vinha de duas derotas seguidas inéditas na temporada, para Inter (Copa do Brasil) e Ceará (Brasileirão), foi vazado logo nos primeiros minutos. Santiago García subiu de cabeça para a festa da torcida local. Foi ele mesmo que ampliou na sequência em nova falha de marcação palmeirense.

O Palmeiras via a vaga nas quartas de final a perigo quando Felipe Melo subiu bem em meio à zaga argentina para descontar. García, em seguida, teve a chance de marcar o terceiro, mas perdeu um pênalti cobrado nos pés do goleiro Weverton. Assim acabou o primeiro tempo.

Palmeiras - Felipe Melo - Libertadores

Mais organizado, o Alviverde se recuperou na etapa final. Miguel Borja marcou um golaço para empatar. De esquecido no elenco palmeirense a salvador, o atacante colombiano, artilheiro da Libertadores de 2018, fez seu décimo gol com a camisa do Palmeiras na história da Copa - só está atrás do ídolo Alex, campeão há 20 anos. Borja, que ergueu a taça com o Atlético Nacional em 2016, fez 9 no ano passado.

Com dois gols marcados fora, o Palmeiras se classifica com empates em 0 a 0 e 1 a 1 no Allianz Parque, na próxima terça.

Fechar