Palmeiras mirar melhor campanha geral da Libertadores é um alívio para o Boca

Verdão conseguirá cumprir objetivo se derrotar o Junior Baranquilla, resultado que ajudaria o time argentino

Já classificado e garantido na liderança do Grupo 8 da Copa Libertadores da América, o Palmeiras ainda buscará um objetivo no último duelo da fase de grupos, contra o Junior Barranquilla, dia 16 de maio, no Allianz Parque: terminar a primeira fase como melhor equipe da competição. E quem agradece o foco do Verdão é o Boca Juniors já que um triunfo do time alviverde sobre os colombianos garantiria a equipe Xeneize nas oitavas de final até mesmo com um empate diate do já eliminado Alianza Lima na Bombonera.

“A nossa preocupação é com a nossa atuação, nossa pontuação e nossa posição ao fim dessa fase. Essa vitória nos colocou como primeiro do grupo. É importante que a gente consiga, ou tente conquistar os pontos da última rodada para ficar em primeiro no geral. Essa condição que alcançamos nesse momento foi por nossos méritos. O que os adversários fizeram não nos diz respeito. Nós queremos os pontos restantes”, afirmou Roger Machado após o triunfo sobre o Alianza Lima por 3 a 1.

Garantir a liderança geral pode render ao Palmeiras a vantagem de decidir os confrontos de mata-mata sempre como mandante. Vale lembrar que a partir da atual edição, os adversários serão definidos em sorteio com os líderes em um pote e os segundos colocados em outro.

Manter o foco e a seriedade na competição não significa, porém, que o treinador jogará com força máxima. Como três dias antes, o Verdão disputará o Derby em Itaquera existe a possibilidade de assim como foi contra o Alianza Lima alguns jogadores serem poupados.

“É importante rodar o elenco, colocar jogadores que tinham menos minutos em campo e estavam descansados. A rotina é forte. Mandar jogadores mais descansados a campo fez a diferença para a gente conseguir a vitória”, finalizou Roger.

Roger Machado Boca Palmeiras Copa Libertadores 25042018
(Foto: JUAN MABROMATA/AFP/Getty)

Fechar