Outra vez em risco! Peñarol e Flamengo lidam com seus fantasmas em decisão pela CONMEBOL Libertadores

Uruguaios somam seis eliminações seguidas na fase de grupos, mesma etapa da competição que tem sido tormento para os brasileiros nesta década. Quem vai passar?

Todas as atenções do continente estarão voltadas para Montevidéu e Quito, numa noite em que os destinos de três clubes estarão em jogo pelo Grupo D da CONMEBOL Libertadores . Peñarol , Flamengo e LDU lutam por duas vagas na única chave que chega à última rodada da fase com duas vagas abertas. Dois seguirão às oitavas de final e outro irá disputar a segunda fase da CONMEBOL Sul-Americana .

O duelo entre brasileiros e uruguaios, às 21h30 desta quarta-feira, no estádio Campeón Del Siglo , pode ser considerado o mais importante da rodada. Não apenas pela disputa de um lugar na próxima fase, mas também pelo peso que os dois clubes carregam num passado recente pela Copa. A fase de grupos tem sido um fantasma para Peñarol e Flamengo.

Os donos da casa foram eliminados nesta etapa da competição em suas últimas seis participações: caíram de 2012 a 2018, com exceção a 2015, ano o qual o pentacampeão não disputou a Libertadores . Na última vez em que seguiu aos mata-matas, em 2011, o Peñarol foi vice-campeão após perder a final para o Santos.

O Flamengo também lida com mais decepções do que triunfos nos grupos nos últimos anos. Nesta década, o Fla superou esta etapa apenas uma vez, assim como o seu rival desta quarta: foi no ano passado, quando o clube brasileiro caiu nas oitavas diante do Cruzeiro. Antes disso, o Rubro-Negro participou das edições de 2017, 2014 e 2012 e, em todas, caiu na fase de grupos. Desde 2010, os cariocas não chegam às quartas de final, etapa limite há nove anos, após o confronto com a Universidad de Chile.

Grupo D - situação rodada final

A conta é simples no duelo que promete fortes emoções em Montevidéu: o empate classifica o Flamengo, hoje líder do Grupo D com nove pontos e saldo de seis gols (o Peñarol tem a mesma pontuação, mas com saldo de dois). Os dois podem se classificar com igualdade no placar, mas neste caso a LDU, que joga em casa contra o San José no mesmo horário, não poderia vencer por dois gols de diferença. Os equatorianos têm sete pontos e saldo zero. Uma vitória por dois gols da LDU combinada com empate no Uruguai elimina o Peñarol e dá a vaga aos campeões de 2008.

Para não correr riscos e evitar a sétima eliminação seguida na fase de grupos, cabe ao Carbonero vencer o Flamengo. Caso seja derrotado, o Fla só avançará se a LDU não vencer os bolivianos.

AFP Viatri

"É uma partida que todos estão esperando desde o nosso último jogo na Libertadores . Vai ser difícil, vai ser um jogo tenso", analisou o atacante do Flamengo, Bruno Henrique, após participar dos últimos minutos do empate em 1 a 1 com o São Paulo, no domingo, pelo Brasileirão.

A casa do Peñarol estará lotada. O clube venceu o River, no estádio, no último sábado, pelo campeonato local, e a torcida deu o recado em coro ao fim da partida: " Libertadores é obsessão!".

A história joga a favor do Carbonero: foram três vitórias uruguaias nos três confrontos pela Copa. O duelo do turno teve cara de Maracanazo na vitória por 1 a 0 do Carbonero, com gol de Viatri no fim. É justamente este ponto perdido que deixa o Flamengo a perigo em Montevidéu.

Fechar