Ordóñez brilha e é o #BestOfTheMatch Bridgestone na largada da Copa Libertadores

Autor de dois gols e uma assistência, o atacante de 33 anos foi o melhor em campo na vitória do Delfín por 3 a 0 sobre o Nacional, do Paraguai

Dois gols e uma assistência para Garcés! Nada mal para Roberto Ordóñez, o #BestOfTheMatch Bridgestone no primeiro jogo da Copa CONMEBOL Libertadores de 2019. O atacante foi disparado o melhor em campo na vitória do Delfín por 3 a 0 sobre o Nacional, do Paraguai, no Equador, pela primeira fase do torneio.

Camisa 17, Ordóñez anotou o primeiro gol da edição 2019. Ou melhor, marcou os dois primeiros. 

Apelidado de Tuka em seu país, Ordóñez abriu o placar aos 11 minutos do primeiro tempo, aproveitando rebote do goleiro Rojas. Aos 13, ele aproveitou o cruzamento de López e ampliou, de cabeça. Na etapa final, ele quase marcou o terceiro, pegando uma sobra na pequena área, mas chutou na rede pelo lado de fora.

Após desperdiçar chances para ampliar, Ordóñez decidiu virar garçom. Fez jogada individual pela esquerda e rolou para Garcés finalizar para o gol vazio, aos 43 minutos do segundo tempo, decretando o triunfo.

"Pude marcar dois gols e dar também um passe. Graças a Deus fizemos um bom resultado, agora é pensar no jogo da volta", disse o nome do jogo.

No Delfín desde 2017, ano em que ajudou a equipe a ser vice-campeã equatoriana com 13 gols em 38 rodadas, o atacante sofreu com lesões no ano passado e balançou redes apenas quatro vezes na temporada. Para 2019, Ordóñez atraiu o interesse do Barcelona de Guayaquil, mas optou por seguir no clube de Manta. 

O jogador disputou apenas uma partida na Libertadores em 2018 e marcou um gol. É a segunda participação de Ordóñez na Copa.

Fechar