Morre o ex-atacante Coutinho, lenda do Santos e bicampeão da Copa Libertadores

Terceiro maior artilheiro da história do Peixe e principal parceiro do Rei Pelé, Antônio Wilson Vieira Honório faleceu nesta segunda-feira aos 75 anos. Fica o legado!

Por Marcio Porto

O futebol sul-americano perdeu nesta segunda-feira um de seus mais ilustres representantes. Dos maiores atacantes da história, eterno ídolo do Santos e bicampeão da Copa CONMEBOL Libertadores, Coutinho morreu eu sua casa na cidade de Santos aos 75 anos. Deixou o mundo da bola de luto e um legado ímpar na história do esporte. 

Um mestre na grande área, Coutinho foi o principal parceiro do Rei Pelé e protagonista no maior Santos da história, formando o ataque mágico que faz morada na ponta da língua do público: Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe. Esse time multicampeão nas décadas de 1950 e 1960 é até hoje tido como um dos maiores esquadrões que o futebol já produziu. O ex-jogador encerrou a carreira como terceiro maior artilheiro do Peixe com com 368 gols em 457 jogos. Fica atrás apenas de Pepe, com 403 gols, e de Pelé, que marcou incríveis 1.091 gols.

Coutinho com o Rei Pelé

Além de genial, Coutinho foi um jogador precoce. Estreou pelo Santos em 1958 com apenas 14 anos e é até hoje o atlleta mais jovem a marcar um gol com a camisa do Peixe: aos 14 anos e 11 meses. Notável!

Das grandes conquistas do Santos de Coutinho estão duas Libertadores, em 1962 e 1963. Ele marcou 11 gols na competição e terminou a primeira como artilheiro do Peixe, deixando até Pelé para trás. Na segunda, marcou três vezes final contra o Boca Juniors (ARG), uma delas na Bombonera. Gigante!

Também venceu dois Mundiais de Clubes nos mesmos anos, seis títulos paulistas e cinco brasileiros, sem contar os inúmeros torneios amistosos pelo mundo. Triunfou com a camisa da Seleção Brasileira, fazendo parte da campanha do título mundial de 1962 no Chile. 

Coutinho, Pelé e Pepe

Coutinho nasceu em Piracicaba, cidade do interior de São Paulo, no dia 11 de junho de 1943. Ele sofria de diabetes.

Fechar