Monumental! Grêmio bate o River Plate e faz festa na Argentina

Tricolor se defende bem e mais uma vez é eficiente na jogada de bola parada para vencer os argentinos. Michel brilha após cinco meses

O Grêmio deu um grande passo para conquistar uma vaga na final da Copa CONMEBOL Libertadores de 2018. Com um gol de Michel no segundo tempo, o Tricolor venceu o River Plate por 1 a 0, no Monumental de Nuñez, e joga por um empate para se classificar à decisão na próxima terça, em Porto Alegre. A disputa irá para os pênaltis com vitória dos argentinos pelo mesmo placar: qualquer outro triunfo visitante classifica o River por conta do critério do gol qualificado fora de casa.

O herói da partida foi a surpresa do técnico Renato Gaúcho na escalação. Michel, que atuou no fim de semana contra o América-MG pelo Brasileirão após cinco meses afastado por duas lesões, subiu mais do que a zaga argentina aos 16 minutos do segundo tempo e fez os muitos tricolores presentes no Monumental explodirem de alegria. Luan, com problemas no pé e na coxa direita, viajou a Buenos Aires, mas não ficou nem no banco de reservas.

A defesa tricolor teve atuação perfeita contra o River, a começar por Marcelo Grohe, um dos melhores em campo com boas defesas. Kannemann e Geromel dificultaram a vida dos atacantes adversários. O segundo registrou um recorde de 18 rebatidas, melhor marca de um jogador gremista nas últimas seis Libertadores jogadas pelo Tricolor.

A estretégia de Renato diante do time de Marcelo Gallardo funcionou. E foi em uma jogada mortal da equipe na Copa que a vitória foi conquistada. Nove dos últimos 16 gols do Grêmio partiram da bola parada. O gol de Michel foi o quarto após um escanteio na competição.

Grêmio e River Plate voltam a jogar às 21h45 de terça, na Arena do Grêmio. Atual campeão da CONMEBOL Libertadores, o Tricolor luta para se tornar o clube brasileiro mais vencedor da história da competição. Grêmio, São Paulo e Santos são tricampeões da Copa.

Fechar