Marques avalia caminho do Atlético-MG na Libertadores: "Tem que ter entrega"

Diretor de futebol foi ao Paraguai para participar do sorteio da Copa CONMEBOL Libertadores 2019. Ele fez uma análise do caminho do Galo no torneio continental

O diretor de futebol Marques foi o representante do Atlético-MG no sorteio da Copa CONMEBOL Libertadores 2019, ocorrido na noite dessa segunda-feira (17), na sede da CONMEBOL, em Luque, no Paraguai. O dirigente fez uma análise do caminho do Galo na competição continental.

Perguntado sobre o adversário da segunda fase do torneio, o Danubio, do Uruguai, o ex-jogador prevê dificuldades.

"É a dificuldade da competição. Uma equipe uruguaia logo de cara, equipes aguerridas que jogam como se fosse o último jogo da vida. Temos que nos acostumar a jogar esses jogos com entrega. Estamos mexendo no mercado para tentar uma equipe competitiva", declarou.

"São equipes duras, a gente não tem dúvidas disso. Tradicionais em competições locais e na Copa Sul-Americana também. Mas somos vacinados no mundo da bola, no futebol. Temos que nos dedicar muito para enfrentar o Danubio, uma equipe tradicional do nosso continente", acrescentou.

O Atlético inicia a caminhada na Copa Libertadores na segunda fase da competição, diante do Danubio, do Uruguai. Em caso de vitória contra os uruguaios, o time enfrentará Barcelona de Guayaquil ou o vencedor entre o confronto o Defensor Sporting, também do Uruguai, e o quarto colocado do Campeonato Boliviano. Se bater o segundo duelo, o Galo chegará a um grupo com Cerro Porteño, Nacional e Zamora. Maques avaliou também o extenso caminho até a fase de grupos.

"É o que o Brasileiro desenhou para gente. Nos classificamos em sexto e temos essas batalhas antes do grupo. Temos que nos preparar o quanto antes para enfrentarmos um adversário duríssimo. Vamos enfrentar os nossos adversários de peito aberto", concluiu.

Fechar