Maracanã completa 70 anos como terceiro estádio brasileiro com mais jogos de CONMEBOL Libertadores

Mítico palco do futebol recebeu finais de três edições, mas apenas LDU teve oportunidade de levantar a Copa

Maraca. O Maior do Mundo. Templo do Futebol. Qualquer apelido carinhoso ainda não faz jus à importância do Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã. Aberto oficialmente em 16 de junho de 1950, na Zona Sul do Rio de Janeiro, o mítico palco completa sete décadas de sua inauguração em 2020.

Em 70 anos, o Maracanã se notabilizou em receber eventos de grande magnitude, como duas finais de Copa do Mundo (1950 e 2014), cerimônias de abertura e encerramento de Jogos Olímpicos (2016), missas campais de papa (João Paulo II, em 1980 e 1997) e shows de ícones da música como Frank Sinatra, Madonna, Paul McCartney e Roberto Carlos.

A CONMEBOL Libertadores também teve a honra de escolher o Maracanã como palco de momentos inesquecíveis. É o terceiro estádio brasileiro que mais recebeu o torneio: 92 partidas, atrás apenas de Mineirão (104) e Morumbi (102).

Estádios brasileiros Libertadores

O primeiro jogo ocorreu em 24 de julho de 1963, pela Fase de Grupos: Botafogo 2-1 Alianza Lima. O "Furacão" Jairzinho balançou a rede do estádio pela primeira vez na Copa.

O local abrigou partidas finais de três edições de Libertadores, mas apenas uma equipe conseguiu a sensação única de chegar à Glória Eterna no gramado sagrado do Maraca: a LDU, em 2008, depois de superar o Fluminense nas penalidades. Veja aqui a lista de todas as finais do torneio.

Em 1963, o Santos de Pelé, Coutinho e companhia levou para o Maracanã o jogo de ida da decisão contra o Boca Juniors, vencido pelo Peixe por 3 a 2. Já o Flamengo, campeão da Copa em 1981, disputou o primeiro dos três duelos finais com o Cobreloa no Rio, triunfando por 2 a 1.

O Maracanã foi escolhido pela CONMEBOL para sediar a Final Única da edição 2020 da Libertadores.

Dos 310 gols marcados no local, dez saíram dos pés de Zico, o artilheiro do Maracanã em jogos de Copa, seguido por Gabriel Barbosa, o Gabigol, que anotou no estádio seis de seus nove gols na campanha do bicampeonato continental do Flamengo, em 2019.

Maracanã em dia de Flamengo

Fechar