Flamengo leva virada da LDU e embola grupo na disputa por vagas nas oitavas de final da Copa CONMEBOL Libertadores

Empate estava classificando os rubros-negros em Quito, mas vitória manteve os equatorianos na briga

Por 73 minutos, o Flamengo teve nas mãos a vaga antecipada para as oitavas de final da Copa CONMEBOL Libertadores. Um gol de Chicaiza, no entanto, decretou a vitória de virada da LDU por 2 a 1, nesta quarta-feira (24), em Quito, no Equador, deixando para a última rodada a definição dos classificados do Grupo D aos mata-matas - confira detalhes e números do duelo.

O resultado manteve os brasileiros na liderança da chave, com nove pontos, a mesma quantidade do Peñarol, mas com vantagem no saldo de gols (6 contra 2), e deixou a LDU com sete pontos, e ainda com chances de avançar à próxima fase. A derrota dos uruguaios para o San José por 3 a 1 também ajudou a embolar a briga. 

O confronto entre Peñarol e Flamengo, em 8 de maio, em Montevidéu, virou decisivo para as duas equipes. Para não ser eliminado da Libertadores, o perdedor terá de torcer para que a LDU não vença o San José, no mesmo dia.

Com qualidade técnica superior à do adversário, o Flamengo criou mais situações de perigo no primeiro tempo e chegou ao gol com 19 minutos, em cruzamento preciso de Pará na cabeça de Bruno Henrique, e quase ampliou com Everton Ribeiro, que acertou a trave da LDU no fim da etapa.

Mas ao mesmo tempo em que era superior quando tinha a bola nos pés, o Fla cometeu alguns vacilos defensivos. Em um deles, segundos antes do intervalo, a zaga parou e deixou Anangonó sozinho na área. O atacante tocou entre as pernas de Diego Alves e empatou para os equatorianos.

O time carioca voltou para o segundo tempo com uma alteração: Diego entrou no lugar do uruguaio De Arrascaeta. A mudança deixou o Fla menos intenso ofensivamene, resumindo-se a contra-ataques esporádicos.

Precisando da vitória para seguir na briga por classificação, a LDU se lançou mais ao ataque, mas faltava eficiência na hora de finalizar a gol. Mas a queda de rendimento rubro-negro, que não foi atenuada com a entrada de Vitinho na vaga de Gabriel, animou a equipe da casa.

A virada equatoriana ocorreu aos 73 minutos, com Chicaiza, que chutou forte da entrada da área, fora do alcance de Diego Alves - o goleiro ainda foi substituído por Cesar instantes depois, devido a uma lesão nas costas.

Fechar