La Guaira vence o Garcilaso e entra para a história da Copa CONMEBOL Libertadores

Único clube estreante da edição de 2019 da competição venceu seu primeiro jogo na história da Copa contra o Real Garcilaso, em casa. Volta será em Cusco

O Deportivo La Guaira , o novato da CONMEBOL Libertadores , venceu o Real Garcilaso por 1 a 0 na noite desta quarta-feira, na Venezuela, e saiu na frente na disputa por uma vaga na segunda fase da Copa. A volta acontece na próxima semana, no Peru. Veja os números do jogo e mais detalhes .

O dia 23 de janeiro de 2018 foi histórico para o La Guaira, equipe da cidade litorânea próxima a Caracas que leva o mesmo nome. Fundado em 2013, o clube disputa sua primeira Libertadores na edição de número 60 da competição. É o único debutante entre os 47 participantes da Copa em 2019.

Juan Carlos Azócar foi o jogador que escreveu seu nome na história do futebol do clube e do país. Aos 26 minutos do segundo tempo, o atleta de 23 anos usou bem seu pé direito num chute de fora da área que mandou a bola rasteira no canto do goleiro Ortiz. O primeiro e único gol do clube na história da Libertadores . Não foi fácil para os donos da casa.

AFP La Guaira Real Garcilaso Copa Libertadores 2019

A maior experiência internacional do Garcilaso, que joga o torneio pela quarta vez e já esteve nas quartas de final, em 2013, pesou a favor dos visitantes no primeiros 45 minutos sem gols no Estádio Olímpico de Caracas. Os peruanos tiveram 64% de posse de bola na primeira metade do jogo. Tiveram maior controle do jogo, mas pouca velocidade na hora de trabalhar no ataque.

Balza, o camisa 10 do La Guaira, mostrou qualidade e destacou-se tentando dribles e passes objetivos. Foi o garoto de 21 anos que, na volta do intervalo, finalizou com perigo e parou nas mãos de Ortiz. Santilli também trabalhou na outra meta nos poucos bons arremates do Garcilaso. Desenhava-se um 0 a 0 até Azócar entrar para a história. O Garcilaso ainda teve um gol bem anulado por impedimento.

A decisão da vaga na segunda fase será na próxima terça, às 21h30 de Brasília, em Cusco. O vencedor do confronto encara o Atlético Nacional, da Colômbia, na chave que definirá uma equipe no Grupo H, ao lado de Grêmio, Rosario Central e Universidad Católica.

 

Fechar