Internacional x Nacional, um duelo que já foi final de Copa: veja o caminho dos rivais na Libertadores de 2019

Bolso venceu o Colorado na decisão de 1980. Colorado também tem os uruguaios na lembrança em campanha de título: foi nas oitavas de 2006

Internacional e Nacional farão um duelo de peso nas oitavas de final da CONMEBOL Libertadores. São cinco títulos somados, confronto que só fica abaixo de Cruzeiro x River Plate neste quesito, para uruguaios e brasileiros que já foram protagonistas de uma decisão de Copa.

Há lembranças positivas e negativas dos dois lados. O fato é que um está na história do outro no que se refere a título da Libertadores. O bicampeonato do Nacional, três vezes campeão, foi conquistado em 1980 na final contra o Inter. Um empate sem gols no Beira-Rio combinado com vitória por 1 a 0 do Bolso na volta, no Centenário, deu a taça aos uruguaios. Waldemar Victorino marcou aos 34 minutos do segundo tempo com o estádio lotado.

A primeira das duas conquistas do Colorado também teve o Nacional como rival num mata-mata, porém nas oitavas de final de 2006. Assim como acontecerá em 2019, a ida foi em Montevidéu, no Gran Parque Central, e os brasileiros venceram por 2 a 1. Um empate sem gols na volta classificou o Inter na caminhada do título. Eles também se enfrentram na fase de grupos de 2006, com os mesmos placares, mas com triunfo colorado em casa e igualdade no Uruguai.

O ídolo uruguaio Diego Godín vestia a camisa do clube de Montevidéu. Duelou com outro ídolo, Fernandão, herói daquela conquista brasileira (foto).

Os clubes voltaram a se enfrentar na mesma chave do ano seguinte, quando o Internacional perdeu por 3 a 1 no Uruguai e venceu (1 a 0) em Porto Alegre. O então atual campeão foi eliminado no grupo que tinha, além dos dois clubes, Emelec e Vélez Sarsfield.

O Inter está invicito na LIbertadores de 2019 e classificou-se com a terceira melhor campanha geral. O Nacional, segundo do Grupo E, já visitou o Brasil neste ano: venceu o Atlético-MG por 1 a 0, no Mineirão.

O grande confronto começará na quarta-feira do dia 24 de julho em Montevidéu e a volta no dia 31 de julho em Porto Alegre. As partidas terão transmissão da Fox.

Sorteio - Nacional - Libertadores

Os números do Nacional na fase de grupos:

  • Jogos: 6
  • Retrospecto: 4 vitórias, 1 empate e 1 derrota
  • Gols pró: 5
  • Gols contra: 2
  • Saldo de gols: +3
  • Posse de bola (média por jogo): 39,7%
  • Artilheiro: Gonzalo Bergessio (3 gols)
  • Líder em assistências: Matias Viña (2)
  • Líder em passes certos: Joaquín Arzura (139)
  • Líder em desarmes: Sebastián Fernández (11)
  • Líder em defesas: Luis Mejía (8)

Os jogos do Nacional na fase de grupos:

  1. Zamora 0 x 1 Nacional
  2. Nacional 1 x 0 Atlético-MG
  3. Cerro Porteño 1 x 0 Nacional
  4. Nacional 1 x 0 Zamora
  5. Atlético-MG 0 x 1 Nacional
  6. Nacional 1 x 1 Cerro Porteño

Sorteio - Internacional - Libertadores 
Os números do Internacional na fase de grupos:

  • Jogos: 6
  • Retrospecto: 4 vitórias e 2 empates
  • Gols pró: 11
  • Gols contra: 6
  • Saldo de gols: +5
  • Posse de bola (média por jogo): 46,8%
  • Artilheiro: Nico López e Rafael Sobis (3 gols)
  • Líder em assistências: Nico López (3)
  • Líder em passes certos: Edenilson (206)
  • Líder em desarmes: Rodrigo Dourado (17)
  • Líder em defesas: Marcelo Lomba (14)

Os jogos do Internacional na fase de grupos:

  1. Palestino 0 x 1 Internacional
  2. Internacional 2 x 0 Alianza Lima
  3. Internacional 2 x 2 River Plate
  4. Internacional 3 x 2 Palestino
  5. Alianza Lima 0 x 1 Internacional
  6. River Plate 2 x 2 Internacional

Oitavas da Libertadores

Oitavas de final da Libertadores 

Fechar