Guerrero e Nico López comandam vitória sobre o Palestino e classificam Internacional às oitavas de final da Copa Libertadores

Peruano estreia na Libertadores pelo Colorado com dois gols, e uruguaio dá três assistências na vitória do líder do Grupo A por 3 a 2

O Internacional é o primeiro time a obter vaga nas oitavas de final da Copa CONMEBOL Libertadores. Para alcançar o objetivo com duas rodadas de antecedência na fase de grupos, a equipe gaúcha contou com uma noite iluminada da dupla Paolo Guerrero e Nico López.

Estreando na Copa pelo Inter, o peruano marcou duas vezes. Já o uruguaio, em noite de garçom, deu três passes para gols na vitória por 3 a 2 sobre o Palestino, nesta terça-feira (9), no Beira-Rio. Patrick fez o outro tento colorado na noite. Fernández e Passerini anotaram os gols dos chilenos - confira detalhes e números do confronto.

Líder do Grupo A, com dez pontos, o Colorado não poderá ser alcançado por Alianza Lima, Palestino ou River Plate nas duas próximas rodadas. Desta forma, assegurou a classificação aos mata-matas sem depender de seus rivais.

No dia 24 de abril, diante do Alianza Lima, no Peru, o Inter terá a chance de ratificar a classificação como líder do grupo em caso de vitória. No mesmo dia, o Palestino encara o River, no Chile, em duelo que poderá definir o segundo classificado do grupo.  

O trio ofensivo "gringo" escalado pelo técnico Odair Hellmann, com D'Alessandro, Nico López e Guerrero, deu a tônica do Inter no primeiro tempo: habilidade e intensidade para não ser surpreendido em casa. Com 55% de posse de bola, o time da casa foi para cima e acertou quatro das sete finalizações que tentou.

Com mais talentos em campo, o Internacional dominou e abriu o placar aos 11 minutos, com Patrick, após assistência de Nico López. O atacante uruguaio deu outro passe para gol, aos 22, para Guerrero ampliar.

O Colorado seguiu dominante, mas freou o ritmo. O Palestino resistia às investidas, mas conseguiu diminuir antes do intervalo, aos 41 minutos, com Julián Fernández, que pegou o rebote da trave e mandou para a rede.

Começo de segundo tempo, mal deu tempo para o Inter pensar em acelerar o jogo outra vez e os chilenos chegaram ao empate, aos 47 minutos, com Passerini, que concluiu o cruzamento de Rosende. O gol silenciou parcialmente o Beira-Rio, preocupado com a repetição do filme da rodada anterior, quando o Inter vencia o River Plate por 2 a 0, mas cedeu o empate.

Com Patrick pendurado com cartão amarelo, Hellmann o substituiu por Guilherme Parede para dar mais liberdade a D'Alessandro na armação, mas a forte marcação do Palestino e o nervosismo da equipe em campo dificultavam a busca pelo terceiro gol.

Mas tudo pode mudar quando Guerrero e Lóez estão em campo. Aos 66 minutos, quando os mais otimistas já se abatiam, o atacante peruano se enroscou na área chilena e, de cabeça, completou o cruzamento do uruguaio (mais um!) para anotar o terceiro do Inter.

Aos 81 minutos, o Internacional ficou com dez jogadores em campo, após a expulsão de Guilherme Parede, mas a inferioridade numérica não colocou em risco a vitória e a classificação antecipada.

Fechar