CONMEBOL Libertadores 2006: Internacional desbanca São Paulo e conquista América pela primeira vez

Em final caseira, Colorado bate atual campeão e se torna o oitavo clube brasileiro a levantar o troféu

Uma repetição de 2005, com dois brasileiros na disputa pelo título. De um lado, o São Paulo, então campeão. Do outro, o Internacional, que voltava a uma final de CONMEBOL Libertadores depois de 26 anos e buscava o primeiro troféu.

A caminhada do Colorado até a finalíssima da edição de 2006 da Copa teve uma Fase de Grupos tranquila. Primeiro colocado com sobras diante de Nacional do Uruguai, Unión Maracaibo, da Venezuela, e Pumas, do México.

Internacional Libertadores 2006

Os mata-matas começaram sem sustos. Com repeteco da fase anterior, foram mais duas partidas contra o Nacional. Vitória no Uruguai e empate em Porto Alegre garantiram a classificação.

A primeira e única derrota na campanha aconteceu para a LDU, na altitude equatoriana, nas quartas de final. O revés por 2 a 1 não foi problema para a volta, uma vez que o triunfo em casa por 2 a 0 garantiu a classificação.

A semifinal teve pela frente o Libertad, do Paraguai. Uma igualdade sem gols como visitante e vitória por 2 a 1 no Sul carimbaram a oportunidade de voltar para a decisão após longo período.

O duelo caseiro tinha a vantagem do Inter em poder decidir o título no Beira-Rio. Mas foi no Morumbi que a taça ficou mais próxima graças aos gols de Rafael Sobis na vitória por 2 a 1. Com a vantagem do empate, o Colorado ficou com o troféu com 2 a 2. O Rio Grande do Sul viu o lado vermelho ser campeão pela primeira vez.

NÚMEROS DO CAMPEÃO

14 jogos
8 vitórias
5 empates
1 derrota
24 gols pró
10 gols contra
Artilheiro: Fernandão (5 gols)

FICHAS TÉCNICAS

São Paulo 1-2 Internacional

Data: 9/8/2006
Local: Morumbi, São Paulo (Brasil)
Libertadores: Final, ida
Árbitro: Jorge Larrionda (Paraguai)

São Paulo: Rogério Ceni, Fabão, Lugano, Edcarlos (Aloísio), Souza, Mineiro, Josué, Danilo (Lenílson), Júnior, Ricardo Oliveira, Leandro (Richarylson). Técnico: Muricy Ramalho.

Internacional: Clemer, Ceará (Wellington), Fabiano Eller, Bolívar, Jorge Wagner, Edinho, Tinga, Fabinho, Alex (Índio), Rafael Sobis (Michel), Fernandão. Técnico: Abel Braga.

Gols: Edcarlos (75’); Rafael Sobis (53’ e 61’). 

Internacional 2-2 São Paulo

Data: 16/8/2006
Local: Beira-Rio, Porto Alegre (Brasil)
Libertadores: Final, volta
Árbitro: Horácio Elizondo (Argentina)

Internacional: Clemer, Índio, Bolívar, Fabiano Eller, Ceará, Edinho, Tinga, Alex (Michel), Jorge Wagner, Fernandão, Rafael Sobis (Ediglê). Técnico: Abel Braga.

São Paulo: Rogério Ceni, Fabão, Lugano, Edcarlos (Alex Dias), Souza, Richarylson (Thiago Ribeiro), Mineiro, Danilo (Lenílson). Júnior, Aloísio, Leandro. Técnico: Muricy Ramalho.

Gols: Fernandão (29’), Tinga (66’); Fabão (50’), Lenílson (85’).

Fechar