Hepta ou tetra? River e Boca duelam pela Glória Eterna

Relembre as seis conquistas do Boca Juniors e as três do River Plate. Rivais fazem o jogo mais importante de suas histórias neste domingo, no Bernabéu

River Plate e Boca Juniors buscam colar mais uma figurinha dourada em um álbum que já é rico na história dos rivais na Copa CONMEBOL Libertadores. É neste domingo, às 17h30 (de Brasília), no Santiago Bernabéu, em Madrid. O River busca o tetra, enquanto que o Boca tenta o hepta para se igualar ao Independiente, o Rei de Copas, o maior campeão da competição.

Após o empate em 2 a 2 há um mês, na Bombonera, quem vencer nos 90 minutos leva a taça. Persitindo empate, haverá prorrogação de meia hora antes das penalidades, em caso de nova igualdade. Os rivais lutarão para aumentar galerias que receberam a primeira taça da Copa, no caso do Boca, em 1977, e, no caso do River, em 1986.

Os millonarios são campeões "mais frescos", com a última conquista em 2015, no mesmo Monumental. Os visitantes não levam a Libertadores de 2007. Recorde esta história:

Os títulos do Boca Juniors

1977: Após uma vitória para cada lado, Boca e Cruzeiro foram para o jogo-desempate, no Chile. Os argentinos venceram por 5 a 4 nos pênaltis após empate sem gols.

1978: Um empate em 0 a 0 fora e uma vitória por 4 a 0 na Bombonera deram o título ao Boca Juniors.

2000: Após dois empates, o Boca venceu o Palmeiras nos pênaltis e levou a taça no Morumbi.

2001: Uma vitória fora e uma derrota em casa para o Cruz Azul fez o Boca ir aos pênaltis, e vencer, de novo.

2003: O Boca venceu o Santos por 2 a 0 na Bombonera e por 3 a 1 no Morumbi: campeão!

2007: Outra vez um brasileiro sofreu: vitórias por 3 a 0 em casa e 2 a 0 fora, contra o Grêmio.

Os títulos do River Plate

1986: O River venceu o América de Cali duas vezes e foi campeão dentro do Monumental.

1996: Uma derrota por 1 a 0 fora e uma vitória por 2 a 0 em casa, contra o mesmo América, deram o título ao River.

2015: O River empatou no México com o Tigres e venceu por 3 a 0 no Monumental para levar o Tri. 

Os gols da primeira final

Fechar