Grêmio x Flamengo: o confronto que se repete após 35 anos na história da CONMEBOL Libertadores

Foram apenas cinco jogos entre gaúchos e cariocas na Copa, com vantagem para o Grêmio, que encarou o rival na campanha do título de 1983

Um reencontro após 35 anos. A curta história entre Grêmio e Flamengo na CONMEBOL Libertadores terá sequência em 2019, com os duelos das semifinais, marcados para os dias 2 e 23 de outubro, na Arena do Grêmio e no Maracanã, respectivamente. O último embate aconteceu justamente na única vez em que gaúchos e cariocas se enfrentaram pela semi, curiosamente na última edição na qual o Fla disputou esta etapa da Copa. Foi em 1984...

A Libertadores tinha outro formato quando os brasileiros duelaram naquela semifinal, há 35 anos. Dois grupos de três foram formatos com os seis semifinalistas. De um lado, ficaram Flamengo, Grêmio e Universidad De Los Andes, da Venezuela. Apenas o líder seguiria à final após confrontos de ida e volta.

Os brasileiros tiveram 100% de aproveitamento contra os venezuelanos. O Tricolor, então atual campeão, goleou o Fla por 5 a 1, em Porto Alegre, num jogo que teve gol de Renato Gaúcho, hoje treinador gremista e, na época, atacante. No Rio de Janeiro, o Flamengo venceu por 3 a 1, deixando as equipes empatadas na liderança. O regulamento previa um jogo-desempate, com vantagem do empate aos gaúchos por conta do saldo. A vaga na final ficou com o Grêmio com um empate sem gols, em São Paulo.

O Imortal perdeu a final para o Independiente, da Argentina, na última vez em que o Rei de Copas, dono de sete taças, levou a CONMEBOL Libertadores.

O outro capítulo da história entre tricolores e rubro-negros na Copa foi escrito no ano anterior. Grêmio e Flamengo abriram e fecharam a fase de grupos de 1983. Houve empate em 1 a 1 no Sul e vitória do Grêmio por 3 a 1, no Rio. Apenas o Tricolor se classificou na chave que também tinha os bolivianos Blooming e Bolívar.

A equipe do ídolo Renato Gaúcho seguiu firme até a final, contra o Peñarol, para conquistar a primeira de suas três taças.

Cinco jogos, com duas vitórias do Grêmio, uma do Fla e dois empates. Assim está a história do duelo pela Libertadores. Uma história que terá sequência em outubro, quando os gigantes irão disputar um lugar na final única de 23 de novembro, em Santiago.

As campanhas na Copa 2019

Grêmio x Flamengo - campanhas Libertadores

Fechar