Grêmio se supera, bate o Libertad na Arena e leva grande vantagem nas oitavas da CONMEBOL Libertadores

Diego Tardelli e David Braz saíram do banco de reservas para marcar no duelo de ida das oitavas de final. Tricolor é o brasileiro com a maior vantagem na Copa

O Grêmio mais uma vez mostrou porque é tricampeão da CONMEBOL Libertadores, o clube brasileiros que mais participou da Copa (ao lado de Palmeiras e São Paulo) e o que mais soma vitórias. Mesmo com um jogador a menos em boa parte do segundo tempo, o Tricolor bateu o Libertad por 2 a 0 e abriu vantagem nas oitavas de final da competição. Diego Tardelli e David Braz marcaram. Veja aqui as estatísticas e detalhes do jogo.

Renato deu a ordem de abafar a Libertad em busca de um gol antes dos 20 minutos. O Grêmio cumpriu a ordem, foi para cima, mas parou em Martín Silva, que logo no primeiro ataque defendeu um bom chute de Everton. O goleiro paraguaio trabalhou e frustou os planos do treinadro brasileiro na primeira etapa. 

O Tricolor foi ao vestiário com 77% de posse de bola. Trocou 336 passes contra 98 do Libertad nos primeiros 45 minutos. O domínio não se transformou em gol pela má pontaria gaúcha na cheia Arena gremista. E a situação se complicou no começo do segundo tempo, quando Geromel foi expulso numa falta com revisão do VAR.

Grêmio encolhido? Nada disso. Apesar da melhora do Libertad, que passou a atuar mais no campo de ataque, quem foi para a rede foi a equipe brasileira. Em duas jogadas de bola parada. Primeiro, Diego Tardelli mostrou oportunismo e finalizou com qualidade após um escanteio. Depois, David Braz cabeceou a bola que veio de uma cobrança de falta. Explosão na Arena.

Os dois saíram do banco de reservas. Ironicamente, o segundo só entrou porque Geromel acabou expulso: foi colocado para reforçar a defesa. Mais uma vez Renato saiu ovacionado. E o Grêmio viaja com enorme vantagem ao Paraguai para a decisão da próxima quinta.

Quem passar pega Palmeiras ou Godoy Cruz nas quartas - o Verdão empatou por 2 a 2 na ida, na Argentina. A volta será na terça.

Fechar