Goleiro do River Plate pede atenção a Bruno Henrique e Gabigol na final da Libertadores: "São imprevisíveis"

Franco Armani elogiou a dupla de ataque do Flamengo, mas pregou tranquilidade para a final deste sábado

A experiência de Franco Armani, de 33 anos, é um dos trunfos do River Plate em sua segunda final consecutiva de CONMEBOL Libertadores. Para o duelo decisivo deste sábado (23), contra o Flamengo, às 17h (de Brasília), no Estádio Monumental de Lima, o goleiro elogia e pede atenção especial a Bruno Henrique e Gabigol, dupla que anotou 12 dos 22 gols dos rubro-negros na Copa.

Assista a um trecho da entrevista exclusiva que Armani concedeu à Copalibertadores.com:

Fechar