Furacão! Athletico atropela o Jorge Wilstermann em sua maior goleada na história da Copa Libertadores

Com um primeiro tempo avassalador em sua Arena, equipe paranaense fez 4 a 0 e se reabilitou com estilo no Grupo G da competição sul-americana

Furacão. O Athletico Paranaense fez jus ao seu apelido em sua estreia em casa na Copa CONMEBOL Libertadores. Atual campeão da Copa CONMEBOL Sul-Americana, o Athletico castigou o Jorge Wilstermann (BOL) com um 4 a 0 na noite desta quinta-feira na Arena da Baixada (clique aqui para estatísticas e detalhes do jogo). É a maior goleada do clube paranaense em competições da CONMEBOL. Logo no jogo de número 50 na Libertadores.

Antes desta noite, o Athletico havia conseguido duas vitórias por 3 a 0 na Copa. A primeira contra o Chivas (MEX), em 2005, levou a equipe à final da competição. Já em 2014, venceu o Universitario (PER), no Estádio Durival de Britto. Nada mal para se reabilitar na Copa deste ano, após perder para o Tolima (COL) por 1 a 0 na estreia.

O poder do Furacão é representado pelo número de finalizações no jogo. Foram 23 arremates contra os bolivianos. Detalhe: 15 só no primeiro tempo, recorde na Libertadores deste ano. 

Foram dois gols em cada tempo. No primeiro, os argentinos Marco Ruben e Tomás Andrade marcaram. No segundo, Renan Lodi, escolhido o melhor da partida, e Brunio Guimarães decretaram a vitória. 

O Athletico volta a campo pela Copa no dia 2 de abril contra o Boca Juniors, novamente na Arena. Se mantiver o ímpeto, os argentinos que se cuidem! 

Fechar