Everton x Bruno Henrique: as estrelas decisivas de Grêmio e Flamengo na semi da Libertadores

Rei do Drible da Copa encara o maior garçom no duelo de brasileiros da semifinal, em outubro. Veja o que cada um fez até agora

Eles são os jogadores de Seleção Brasileira com as camisas de Grêmio e Flamengo nas semifinais da CONMEBOL Libertadores. Os dois atacantes velocistas tiveram participações diretas nos triunfos dos clubes nas quartas de final. Everton, do lado gaúcho, e Bruno Henrique, do lado carioca, são estrelas dos duelos de outubro.

Bruno passou como um furacão por Maracanã e Beira-Rio contra o Internacional: dois gols na ida e um contra-ataque sensacional na volta, com mais uma assistência para Gabigol. Ele foi escolhido o Bridgestone #BestOfTheWeek das duas semanas de quartas. Everton não brilhou na ida contra o Palmeiras, mas na volta foi decisivo: fez um gol e foi protagonista da jogada da virada, na primeira vitória gremista contra o adversário em toda a história no Pacaembu.

Os atacantes são destaques que as estatísticas da Libertadores comprovam. Bruno Henrique é o líder de assistências da Copa e Everton é, disparado, o maior driblador, com incríveis 50 dribles em dez partidas pela Copa. O gremista deu uma assistência, enquanto que o flamenguista soma 19 dribles.

Ambos são letais dentro da área. Os três gols de Bruno e os quatro de Everton foram marcados assim. Eles têm o mesmo número de finalizações certas: 15 para cada. Até mesmo no total de chutes a gol, se equivalem. O atacante do Grêmio soma 25, contra 24 do jogador do Flamengo.

Everton marcou um gol a cada 217 minutos em campo pela Libertadores. Bruno Henrique precisou de um pouco mais: 284. Quem fará a diferença nos 180 minutos das semifinais?

Bruno Henrique x Everton

Fechar