Cresce a obsessão! O 'sempre presente' Palmeiras não mede esforços pelo bi da CONMEBOL Libertadores

Na Copa pelo quinto ano seguido pela primeira vez em sua história, Palmeiras quer chegar à quinta final para repetir a conquista de 1999. Elenco repete a torcida e fala em obsessão

É a primeira vez em 60 anos de CONMEBOL Libertadores que o Palmeiras disputa cinco edições seguidas. O campeão de 1999, da torcida que canta a palavra "obsessão" em jogos da Copa, a cada ano que passa aumenta a sua fome pela Glória Eterna. O elenco, com atletas como Dudu, que veste o verde no torneio desde 2016, quer saciar os seus fãs.

Experiência não falta à "defesa que ninguém passa", composta por um goleiro de Seleção Brasileira, Weverton, laterais com bagagem internacional, como o campeão de 2013, Marcos Rocha, e o uruguaio Matias Viña, assim como a dupla de zaga formada pelo paraguaio, outro de seleção, Gustavo Gómez e por Felipe Melo.

O capitão palmeirense é um dos símbolos da fome por Libertadores dentro de campo. "É claro que a gente vai apredendo jogando a competição, pegando experiência. Cometemos erros pontuais para que nesta edição a gente, de uma vez por todas, possa conquistar esse tão sonhado título", declarou Melo, durante uma sessão especial de fotos ao Copa.Libertadores.com, na Academia de Futebol.

"É a nossa obsessão", reconhece o zagueiro Luan, autor de dois gols na semifinal de 2018, quando o Palmeiras foi eliminado pelo Boca Juniors. "Como diz o canto da torcida, é a obsessão", completa o outro defensor, Vitor Hugo. Ouça mais entrevistas dos palmeirenses no PODCAST especial do Verdão.

Para o sonho se realizar, será preciso sintonia da "torcida que canta e vibra" com a "linha atacante de raça". Só assim todos poderão cantar "que de fato, é campeão" ao término da próxima final única. "È uma competição que desejamos muito, vamos suar sangue", afirmou Willian, vestindo verde na Libertadores desde 2017.

Quatro vezes finalista e um dos brasileiros com mais participações na Copa (20), o Palmeiras chegou neste ano a 100 vitórias na história do torneio e segue isolado como o clube do Brasil com melhor ataque em 60 anos: 335 gols. Um Alviverde Imponente de novo com o sangue fervendo para conquistar a América.

Fique ligado nas redes sociais oficiais da Copa para mais conteúdos especiais, em fotos e vídeo, do Verdão: Twitter, Instagram, YouTube e Facebook.

Luiz Adriano - Palmeiras

 

Fechar