CONMEBOL Libertadores 1993: São Paulo perde para a Católica, mas conquista o bicampeonato

Tricolor paulista venceu o jogo de ida por 5-1 e por isso sagrou-se campeão mesmo com derrota de 2-0 no Chile

O esquadrão comandado por Telê Santana voltou a conquistar a América do Sul em 1993. No dia 26 de maio, o São Paulo perdeu por 2-0 para a Universidad Católica-CHI, mas ergueu a CONMEBOL Libertadores por ter goleado no jogo de ida: 5-1. 

Campeão em 1992 ao bater o Newell's Old Boys-ARG na final, o São Paulo ingressou na Libertadores 1993 nas oitavas de final justamente contra a equipe argentina. No jogo de ida, em Rosário, o Newell's venceu por 2-0, mas o Tricolor deu a volta com uma goleada de 4-0 no Morumbi. 

As quartas de final foram contra o Flamengo. De cara, empate por 1-1 no Maracanã e classificação confirmada com vitória por 2-0 no Morumbi. O triunfo classificou a equipe de Telê para encarar o Cerro Porteño nas semifinais. Na ida, no Morumbi, vitória por 1-0 e vaga na final carimbada com empate por 0-0 em Assunção. 

Mais uma vez, o destaque da campanha foi o capitão Raí, que fez um gol de peito no primeiro jogo da final contra a Católica. O camisa 10 marcou quatro gols na Libertadores, antes de se despedir do Tricolor, sendo dois contra o Newell's e um contra o Cerro. Decisivo. Foi para a França levantando duas Libertadores, com 100% de aproveitamento. 

NÚMEROS DO CAMPEÃO

8 jogos
4 vitórias
2 empates
2 derrotas
13 gols pró
6 gols contra
Artilheiro: Raí (4 gols)

FICHAS TÉCNICAS

São Paulo 5-1 Universidad Católica

Data: 19/05/1993
Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Libertadores: Final, ida
Árbitro: José Torres (COL)

São Paulo: Zetti, Vítor (Catê), Válber, Gilmar, Ronaldo Luís (André Luiz), Pintado, Dinho e Raí; Palhinha, Cafú e Muller. Técnico: Telê Santana.

Católica: Wirth, Contreraz, Lopez (Barrera), Vazquez, Romero, Tupper, Lunari, Parraguez, Leppe, Almada, Perez (Reinoso). Técnico: Ignácio Prietto.

Gols: Lopez (contra) (30'), Vítor (40') Gilmar (54'), Raí (60') Muller (65') e Almada (pênalti) (85')

Universidad Católica 2-0 São Paulo

Data: 26/05/1993
Local: Estádio Nacional, Santiago (CHI)
Libertadores: Final, volta
Árbitro:  Juan Francisco Escobar (PAR)

Católica: Wirth, Romero, Vasquez, Barrera e Contreras (Cardoso); Parraguez, Lepe (capitão) e Lunari; Tupper (Reinoso), Almada e Perez. Técnico: Ignácio Prieto.

São Paulo: Zetti; Vítor (Toninho Cerezo), Válber, Gilmar e Marcos Adriano; Pintado, Dinho, Cafu e Raí (capitão); Palhinha e Müller. Técnico: Telê Santana.

Gols: Lunari (9'), Almada (pênalti) (15')

Fechar