Com Abel Ferreira, Palmeiras terá técnico europeu na CONMEBOL Libertadores pela primeira vez na história

Último estrangeiro que dirigiu o Verdão na Copa foi o argentino Alfredo Gonzalez, em 1968. Ferreira é o terceiro europeu presente no mata-mata de 2020

A CONMEBOL Libertadores terá mais um treinador europeu nas oitavas de final, que começam em 24 de novembro. Trata-se do português Abel Ferreira, novo técnico do Palmeiras. Será a primeira vez que o campeão da Copa de 1999 será dirigido no torneio por alguém nascido na Europa.

Abel, que estava no PAOK, da Grécia, surgiu com destaque no Velho Continente comandando o Braga, de Portugal, entre 2017 e 2019. Aos 41 anos, o português soma-se aos espanhóis Miguel Ángel Ramírez, do Independiente del Valle, e Domènec Torrent, do Flamengo, entre os europeus que estão no mata-mata da Libertadores.

Abel Ferreira trabalhará pela primeira vez no Brasil e será o oitavo europeu a comandar o Palmeiras - o último foi o italiano Caetano De Domenico, entre 1940 e 41. O português é o 23º estrangeiro que assume o Alviverde.

Abel Ferreira

A última vez que o Palmeiras foi dirigido por um treinador não brasileiro na Libertadores foi em 1968, quando o argentino Alfredo Gonzalez foi vice-campeão.

O Verdão é o dono da melhor campanha da Fase de Grupos de 2020, com 13 pontos em seis rodadas no Grupo B, feito obtido pelo terceiro ano consecutivo. Em 2018, o Palmeiras foi até a semifinal, enquanto que na edição de 2019 foi eliminado nas quartas. O Palmeiras encara o Delfín, no Equador, em 25 de novembro. Veja a tabela completa.

Abel Ferreira assinou contrato com o clube brasileiro até o fim de 2022.

Fechar