Campeão em 2017 pelo Grêmio, Renato Portaluppi recebe prêmio e homenagem da CONMEBOL Libertadores

Comandante gaúcho foi agraciado por Alejandro Domínguez, presidente da CONMEBOL, como melhor treinador da Libertadores de 2017. Homenagem foi antes de jogo decisivo contra o Libertad

Renato Portalupi recebeu nesta segunda-feira em Assunção, capital do Paraguai, uma homenagem da CONMEBOL . Ele recebeu das mãos do presidente da entidade, Alejandro Domínguez, um troféu como prêmio de melhor treinador da América em 2017. Renato levou o Grêmio ao terceiro titulo da Copa CONMEBOL Libertadores  e endossou a lista dos que venceram o torneio tanto como jogador quanto como técnico - foi campeão em 1983 pelo Grêmio. 

A honraria foi entregue na sede da CONMEBOL após o treino do Grêmio, que se prepara para encarar o Lbertad (PAR) nesta terça-feira, em partida decisiva pela atual edição da Libertadores. O treinador agradeceu a honraria. "Fiquei muito feliz com a homenagem, muito feliz mesmo, porque é o melhor treinador de 2017. Fico muito feliz pelo meu clube, por ter vencido e meu grupo, se não fosse ele, o Grêmio não teria vencido aquela Libertadores", afirmou Portaluppi. 

O treinador também falou sobre a expectativa para a partida decisiva em Assunção e voltou a cravar que o Grêmio passará ao mata-mata. Atualmente, o clube ocupa a terceira colocação do Grupo H com quatro pontos, dois a menos do que a vice-líder Universidad Católica (CHI) . Já classificado, o Libertad lidera com 12. Faltam duas rodadas da fase de grupos e o Grêmio encerra contra a Católica em casa. "A gente tem essa incumbência, sabe que não é nada fácil, mas já falei para vocês lá atrás e volto a afirmar: o Grêmio vai classificar. Vai classificar porque só depende de si próprio, eu confio no meu grupo, e essa confiança nos deixa tranquilos para fazer nosso futebol, e que a gente possa decidir em casa na frente da nossa torcida", afirmou Renato. 

Fechar