CONMEBOL Libertadores 2016: Atlético Nacional fatura bicampeonato com estrela de Borja

Inscrito apenas na semifinal, atacante colombiano vira artilheiro e comanda triunfo sobre Independiente Del Valle

Em 2016, o Atlético Nacional levou o segundo título da CONMEBOL Libertadores em uma campanha com elenco sofrendo mudanças durante a caminhada. A Fase de Grupos foi quase perfeita: cinco vitórias, um empate e nenhum gol sofrido.

O time treinado por Reinaldo Rueda começou a passar por transformações a partir dos mata-matas. Perdeu Copete, negociado com o Santos, e Ibarbo, devolvido para o Cagliari. Mesmo assim, passou sem dificuldades por Huracán, nas oitavas, e Rosario Central, nas quartas de final.

Mas a mudança determinante para o título veio a partir da semifinal, com a chegada de Miguel Borja. O atacante fez cinco gols em quatro partidas, assumiu a artilharia dos Verdolagas na Libertadores e foi peça fundamental.

A estreia de Borja na competição aconteceu contra o São Paulo, no Morumbi. Foram dois gols na vitória por 2 a 0. Em Medellín, novo triunfo e mais dois tentos para o atacante no 2 a 1.

A final foi contra o Independiente Del Valle, do Equador. A surpresa da competição deixou pelo caminho gigantes como River Plate e Boca Juniors, mas não conseguiu superar o Atlético Nacional, que saiu na frente da decisão mesmo atuando fora de casa, com Berrío. O Del Valle empatou com Arturo Mina.

Na finalíssima, a estrela de Borja novamente se fez presente, e um gol logo no início foi o suficiente para garantir o segundo título do clube colombiano.

NÚMEROS DO CAMPEÃO

14 jogos
10 vitórias
3 empates
1 derrota
25 gols pró
6 gols contra
Artilheiro: Miguel Borja (5 gols)

Atlético Nacional - Libertadores 2016

FICHAS TÉCNICAS

Independente Del Valle 1-1 Atlético Nacional

Data: 20/7/2016
Local: Olímpico Atahualpa, Quito (Equador)
Libertadores: Final, ida
Árbitro: Enrique Cáceres (Paraguai)

Independiente Del Valle: Librado Azcona, Christian Núñez, Arturo Mina, Luis Caicedo, Emiliano Tellechea, Mario Rizotto, Jefferson Orejuela, Junior Sornoza, Julio Angulo (Jonathan González), Bryan Cabezas (Jonny Uchuari), José Angulo (Miller Castillo). Técnico: Pablo Repetto

Atlético Nacional: Franco Armani, Daniel Bocanegra, Davinson Sánchez, Alexis Henríquez, Farid Díaz, Diego Arias, Sebastián Pérez (Alejandro Guerra), Macnelly Torres (Elkin Blanco), Orlando Berrío, Marlos Moreno, Miguel Borja. Técnico: Reinaldo Rueda

Gols: Orlando Berrío (35’); Arturo Mina (86’).

Atlético Nacional 1-0 Independiente Del Valle

Data: 27/7/2016
Local: Atanasio Girardot, Medellín (Colômbia)
Libertadores: Final, volta
Árbitro: Néstor Pitana (Argentina)

Atlético Nacional: Franco Armani, Daniel Bocanegra, Dávinson Sánchez, Alexis Henríquez, Farid Díaz, Alexander Mejía, Alejandro Guerra (Diego Arias), Macnelly Torres, Orlando Berrío, Marlos Moreno (Andrés Ibargüen), Miguel Borja (Ezequiel Rescaldani). Técnico: Reinaldo Rueda.

Independiente del Valle: Librado Azcona, Christian Núñez, Arturo Mina, Luis Caicedo, Emiliano Tellechea (Miller Castillo), Jefferson Orejuela, Mario Rizotto, Julio Angulo (Jonathan González), Junior Sornoza (Jonny Uchuari), Bryan Cabezas, José Angulo. Técnico: Pablo Repetto.

Gol: Miguel Borja (8’).

Fechar