Atlético Huila vence o Santos nos pênaltis na Arena Amazônia e é campeão da Libertadores Feminina

Depois de empatar em 1-1 no tempo normal, equipe colombiana garante vitória nos pênaltis e é campeã da Copa CONMEBOL Libertadores Feminina

O Atlético Huila, da Colômbia, é o campeão da Copa CONMEBOL Libertadores Feminina de 2019. A equipe bateu o Santos nos pênaltis, por 5-3, e faturou o torneio pela primeira vez em sua história. No tempo normal, houve um empate em 1-1.

Brena marcou o gol do Santos logo no primeiro minuto do confronto. Ela arriscou da entrada da área para levar os santistas à loucura no estádio. A jogada do Peixe se tornou a artilheira do torneio com o tento anotado nesta noite.

Na volta do intervalo, Gavy Santos aproveitou vacilo da defesa santista para igualar o marcador. O lance ocorreu minutos após o reinício da partida. Com o resultado, o duelo foi resolvido nos pênaltis.

Rodallega, Stabile, Vallejos, Cometti e Rincón fizeram para o time colombiano na disputa. Maurine, Camila e Juliete marcaram para o Santos. Angelina foi a única que desperdiçou a cobrança. O erro foi preponderante e decidiu a disputa em prol do Atlético Huila.

A campanha do Santos até a final foi marcada por um excelente aproveitamento. Com 100% de aproveitamento até o duelo deste domingo (2), o time da Vila Belmiro havia marcado 16 gols em quatro jogos. Na final do torneio disputado na Arena Amazônia, em Manaus, o Peixe deixou a sua marca novamente. Entretanto, não foi o suficiente para assegurar a taça novamente.

Apesar da derrota deste fim de semana, a equipe brasileira já havia faturado a competição no fim da última década em duas oportunidades. O Alvinegro bateu a Universidad Autónoma, do Paraguai, em 2009, com gols de Marta e Cristiane. No ano seguinte, Maurine fez em cobrança de falta e garantiu o resultado diante do Everton, do Chile.

Fechar