Arrasador em casa, Athletico defende invencibilidade de brasileiros contra o Tolima na Copa Libertadores

Furacão passou por cima dos adversários nos dois jogos na Arena, com direito a show diante do poderoso Boca Juniors. Nesta terça-feira, encerra série em casa

Um cadeirão a serviço do rubro-negro. Assim tem sido a Arena da Baixada para o Athletico Paranaense na Copa CONMEBOL Libertadores 2019. 

Nesta terça-feira, o Furacão encerra sua série de jogos em casa pela Fase de grupos com o objetivo de manter o excelente retropescto em casa, melhor do que qualquer outra equipe na Copa. Em dois jogos, foram duas vitórias, sete gols marcados e nenhum sofrido. É a arma para bater o Tolima (COL), encaminhar classificação para o mata-mata e manter um tabu de clubes brasileiros contra o colombiano. 

O Tolima nunca venceu no Brasil pela Libertadores. Em três jogos como visitante no país, foram duas derrotas e um empate. Na última vez, sofreu 6 a 1 do Cruzeiro, em 2011. Já o Athletico, dentro de seu caldeirão e ao lado de seu fanático torcedor, espera repetir o brilho das outras partidas.

Na estreia em casa, atropelou o Jorge Wilstermann (BOL) com goleada por 4 a 0. Foi o placar mais elástico já obtido pelo Furacão em casa na Libertadores, da qual foi vice-campeão em 2005. Na rodada seguinte, mais uma noite histórica e de grande futebol, agora com vitória por 3 a 0 sobre o hexacampeão Boca Juniors (ARG)

Em comum nesses jogos, a participação efetiva do artilheiro Marco Ruben. O centroavante argentino fez um contra os bolivianos e os três gols da vitória sobre o Boca. Ele possui 15 gols em 22 partidas pela Copa na carreira. Uma arma e tanto!

O Athletico lidera o Grupo G com seis pontos, dois a mais do que Boca e Tolima. Uma vitória praticamente assegura a vaga. Será mais uma noite épica na Arena da Baixada? Na sequência da competição, a equipe visitará Boca Juniors e Wilstermann. 

Fechar