A noite em que um pentacampeão calou o Maracanã com recorde brasileiro de público

Viatri venceu Diego Alves no fim para a festa de dois mil uruguaios contra mais de 60 mil rubro-negros. O canto em espanhol falou mais alto no fim

Por Raisa Simplicio

Na noite em que a torcida do Flamengo bateu recorde de público do ano no futebol brasileiro, com 66.716 presentes no Maracanã, o Peñarol foi valente e calou o estádio com a vitória por 1 a 0 pelo Grupo D da Copa CONMEBOL Libertadores . Um triunfo que valeu a liderança da chave e teve um enredo épico aos uruguaios.

Durante a semana, o tema econômico foi amplamente discutido no Rio de Janeiro, afinal, o Flamengo fez altos investimentos para esta temporada, inclusive contratando o uruguaio De Arrascaeta, que se transformou na contratação mais cara da história do futebol brasileiro. Curiosamente, o camisa 14 é torcedor do Peñarol de infância, mas não teve a oportunidade de entrar em campo. 

Do banco de reservas, ele viu a equipe de Diego López se fechar e explorar bastante os contra-ataques principalmente no primeiro tempo. Também viu Diego Alves fazer defesa especular em finalização de Canobbio. Mas de longe o que mais deve ter preocupado Arrascaeta foi a dura entrada do amigo Gabigol em Rojo, que lhe rendeu o cartão vermelho. 

Com um a mais em campo, o Peñarol aproveitou os espaços e garantiu a vitória em uma cabeçada de Viatri, que se antecipou a Renê e aproveitou belo cruzamento de Lucas Hernandéz deixando a torcida estarrecida e praticamente sem esperanças aos 42 minutos do segundo tempo. Se não fossem pelos quase dois mil uruguaios presentes, o Maracanã teria ficado completo silêncio. 

A nação Rubro-Negra, que havia feito uma festa no início da partida, ficou bastante impaciente ao longo do jogo, refletindo o time, que errava demais na tentativa de encontrar os espaços. Mesmo deixando o favoritismo com os donos da casa, o Peñarol, pentacampeão da Copa, soube se impor e mostrar que conhece muito bem a Libertadores. 

AFP Viatri

No final do jogo, os uruguaios fizeram festa e comemoram bastante a vitória no gramado. No mesmo compasso, os rubro-negros saíram cabisbaixos. Sabendo da importância do triunfo, os comandados de López ainda levaram os festejos para dentro do vestiário, sendo possível ouvir os gritos e cantos do lado de fora. 

No estádio onde o Uruguai entrou para a história contra o Brasil na final da Copa do Mundo de 1950, o Peñarol brilhou em seu Maracanazo, repetindo a dose da Libertadores de 1982, um feito inédito em 60 edições da maior competição da América do Sul.

Com seis pontos, o Peñarol assume a liderança pelo saldo de gols. Tem um a mais que o Flamengo. Na próxima rodada, os uruguaios encaram a LDU, em Montevideo, enquanto o Flamengo enfrenta o San José de Oruro, no Maracanã. Veja a tabela e a classificação .

Peñarol - Maracanazo 

Fechar